sexta-feira, 7 de julho de 2017

Homem da Globo, Zveiter deve relatar contra Temer na CCJ. Por isso, Temer foi à Câmara fazer compras



Façam as contas os que fizeram de tudo para derrubar Dilma e colocar em seu lugar a quadrilha chefiada por Eduardo Cunha e seu representante no poder, Michel Temer.

Apavorado com a mais do que provável debandada tucana, que já conseguiu o que queria (abiscoitar algumas verbas e livrar Aécio) e também com o provável voto de Sergio Zveiter em favor da abertura de seu processo de impeachment, Temer sacou de nosso talão de cheques.

De janeiro a maio deste ano, o governo do golpista Temer havia empenhado R$ 102,5 milhões em emendas parlamentares. Quando viu que o cerco estava apertando, Temer foi às compras na Câmara para garantir que não seja aprovado seu pedido de impeachment. Então, em vez daquele ridículo festival de "sim, sim, sim" teríamos um de "não, não, não".




Só no mês de junho, Temer liberou R$ 1,8 bilhão em emendas parlamentares [Fonte: Estadão]. Ou seja, foi às compras com o meu, o seu, o nosso dinheiro de impostos para garantir sua permanência e a de sua quadrilha no poder.

Ele sabe que Sergio Zveiter, relator do seu processo, é homem da Globo, não só ligado às Organizações Globo, de que já foi advogado, como dependente do silêncio da emissora sobre os malfeitos de que é acusado - inclusive em delação da Odebrecht.

Logo, Temer sabe que Zveiter vai fazer o que a Globo quer e encaminhar seu pedido de impeachment. Por isso ele foi às compras e só no mês de junho multiplicou por 18 o valor das verbas para comprar parlamentares. São R$ 1,8 bi de bondades.

E era só tirar a Dilma, né?...


Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...