quarta-feira, 19 de julho de 2017

Justiça suspende ação de indenização contra Samarco. Se bobear, a Samarco ainda processa o Brasil




É inacreditável que uma empresa criminosa, que deixou de fazer obras fundamentais para proteger uma barragem que estava se desfazendo e que por isso destruiu e poluiu sabe-se lá até quando rios de Minas e do Espírito Santo, chegando até o Oceano Atlântico, e essa empresa ainda encontre guarida na Justiça de Minas Gerais (o estado mais atingido), que acaba de suspender uma ação indenizatória contra a Samarco:




A Justiça suspendeu por prazo indeterminado a ação civil pública movida pelo MPF (Ministério Público Federal) contra a Samarco no processo relacionado ao rompimento da barragem de Fundão. A informação foi divulgada em comunicado da Vale nesta terça-feira (18). O MPF não foi localizado para comentar.
Na ação, de maio de 2016, procuradores pediram indenizações de R$ 155 bilhões como reparação pelo desastre ambiental gerado após a ruptura da barragem em Mariana (MG), em novembro de 2015.
Os valores seriam usados para reparação dos danos sociais, econômicos e ambientais causados pelo rompimento da barragem de Fundão. Inicialmente, seriam depositados R$ 7,7 bilhões. A decisão é da 12ª Vara Federal Cível/Agrária de MG, de segunda-feira (17).[Fonte: Folha]

Daqui a pouco a Samarco entra com uma ação contra o Brasil por "danos à sua imagem" pelos processos ou até contra o blogueiro por chamar de criminosa a empresa que cometeu um crime ambiental - no mínimo.


Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. A Samarco matou gente. Mas, e daí? Eram todos pobres... A conclusão é que o Brasil virou um prostíbulo. E os juízes (não todos) são as prostitutas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...