quinta-feira, 27 de julho de 2017

Procuradores aprovam aumento de 16,7% para seus próprios salários, o que tira verbas do MP e da Lava Jato



Com a inflação em torno de 3% os procuradores de Deus querem um aumento de 16,7% nos seus salários a partir do ano que vem. A nova Procuradora Geral, que vai assumir em setembro, concordou com isso e passou a bola adiante, alegando que a reivindicação é da atual PGR...

Só que a verba de que vai dispor o MPF para 2018 já foi definida pelo governo, R$ 3,84 bilhões. Portanto, o aumento salarial iria ser retirado dessa verba. Só que (2) R$ 3,25 bilhões estão separados exatamente para salários e benefícios.

Com o aumento, vai-se a verba toda e os procuradores vão receber seus salários engordados, mas não terão como trabalhar, pois terão engolido quase toda a verba (R$ 116 milhões são necessários para o reajuste salarial pretendido) do MPF apenas com seus salários e benefícios.

Tem mais:




A proposta orçamentária é um documento que prevê como serão aplicados os recursos no ano seguinte. A efetivação do reajuste salarial ainda depende de ser encampada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) e aprovada pelo Congresso Nacional.
Os salários do procurador-geral e dos subprocuradores-gerais da República equivalem ao dos ministros do STF.
Na prática, o pleito do MPF, aprovado nesta terça (25) pelo Conselho Superior da instituição, quer elevar o teto do funcionalismo federal, o que provocaria um efeito cascata. O salário de um ministro do Supremo hoje é de R$ 33,7 mil. Com o reajuste pretendido, iria para R$ 39 mil. [Fonte: Folha]

Em 2015, quando o Supremo pleiteou um índice de reajuste menor (de 6,38% contra os 16,7% atuais), calculou-se que o impacto só no Judiciário seria de R$ 717 milhões, porque os salários têm como base os ministros da Corte. Imagine agora.

Na discussão também foi acolhido o pedido de verbas da Lava Jato. Mas, de onde tirar o dinheiro para a operação se o aumento dos salários vai engolir quase tudo? Vão pedir ao governo do golpista Temer e sua quadrilha o dinheiro para a Lava Jato mandá-los para a cadeia?

A verdade é simples: Com o aumento salarial tem-se o efeito do cobertor curto. Cobre-se o bolso do procurador e descobre-se a Lava Jato e demais verbas operacionais do Ministério Público. E os procuradores não admitem viver sem o aumento:

Na sessão do conselho, o presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, defendeu que a proposta orçamentária deixasse claro que os procuradores não abriram mão da reposição de perdas salariais. O gesto seria um recado ao STF e aos parlamentares.{Fonte: Folha]


Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...