sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Um lembrete aos que defendem golpe militar: O homenageado pela turma de cadetes de 2010 foi Médici



Não foi há muito tempo. Em dezembro de 2010, a AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras) convidava para a festa de formação dos cadetes da turma Emílio Garrastazu Médici, considerado o mais cruel dos governantes da ditadura.

Pensem nisso os que defendem um golpe paliativo, apenas para tirar Temer e sua quadrilha de ratos do poder.

Eis o que estava escrito na página da AMAN que convidava para a formatura [destaque em negrito é meu]:


A Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) realiza, no dia 04 de dezembro 2010, a cerimônia de Declaração de Aspirantes a Oficial da Turma General Emílio Garrastazu Médici. A cerimônia é uma das mais importantes da nossa Escola e representa o cumprimento da missão, que é a de formar o oficial de carreira combatente, futuro líder do Exército Brasileiro.
O momento é de bastante vibração para todos os militares, mas, sobretudo, de muita expectativa e emoção para os futuros oficiais, seus familiares e amigos. Compartilham dos mesmos sentimentos os Oficiais, Praças e servidores civis da AMAN.

Recebem a espada de Oficial do Exército Brasileiro, 360 cadetes das mais distintas regiões do Brasil, sendo 11 de Resende. Esse ano, cinco formandos são, ainda, de nações amigas (dois da República Dominicana, um de Guiné Bissau, um do Paraguai e um da Venezuela).

Ao passar pelo Portão Monumental, os mais novos oficiais da Força seguirão destino para as diferentes localidades do País, disseminando novos e consolidados conceitos e colaborando, assim, para a modernização e progresso da Instituição. O "Sangue Novo" também carregará, para onde for, alegres e saudáveis recordações dos quatro anos de formação.
A ocasião nesse ano marca, ainda, o início das comemorações do Bicentenário da Academia Militar no Brasil, a ser consolidada em 23 de abril de 2011.

O que será que querem dizer com "novos e consolidados conceitos", se a turma homenageia Médici? Para mim, uma contradição em termos.

Temos que apoiar o atual comandante do Exército, general Vilas Boas, que, até o momento, sempre que questionado, tem defendido o papel Constitucional do Exército e a democracia.


Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Aqui, comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...