segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Homem da mala de Temer vira réu e pode ir preso. Já o destinatário do dinheiro da mala continua na presidência, impune



Virou réu o ex-assessor de Michel Temer Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), flagrado correndo com uma mala abarrotada com R$ 500 mil destinados ao golpista, como parte de um suborno de R$ 38 milhões combinado com  Joesley Batista, da JBS. O juiz Jaime Travassos Sarinho aceitou denúncia do Ministério Público Federal e Loures agora vai a julgamento, quando provavelmente será condenado e preso.

Em compensação, o destinatário da grana, o golpista Temer, continua solto, com a possibilidade de ser julgado pelo crime interrompida por maioria no Congresso, que Temer comprou desviando verbas públicas para corromper deputados, cometendo, assim, crime sobre crime. Impunemente.

E impunemente nos governa, vende o país e acaba com direitos trabalhistas e sociais, como quer fazer agora com a Reforma de Previdência, que não atinge deputados e senadores, juízes e promotores nem as forças armadas. Apenas funcionários públicos e pensionistas do INSS.


Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Um comentário: