segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Dado concreto. Augusto de Campos. Poeta brasileiro ganha 'Nobel de Poesia'

Poeta Augusto de Campos

Tempo estimado de leitura: 80 segundos

O poeta, pesquisador, tradutor, letrista, artista visual Augusto de Campos recebeu em setembro de 2017 na Hungria o Grande Prêmio Janus Pannonius, considerado pelo New York Times o "Nobel da Poesia". No Brasil, silêncio...

Fiquei sabendo da premiação pelo argentino Pagina12, que publicou neste domingo reportagem e entrevista com o poeta e reproduziu seu discurso na ocasião do recebimento do Prêmio.

Figura importantíssima das letras brasileiras, Augusto de Campos, junto com seu irmão Haroldo e o também poeta, professor e ensaísta Décio Pignaratti fizeram a cabeça da mesma geração de Gil e Caetano.

Augusto continua produzindo aos 87 anos e, sempre crítico, na contramão das mesmices e sem medo de dizer o que pensa.

Segundo o poeta, um dos motivos de seu "esquecimento" no Brasil foi seu posicionamento contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

O intelectual no Brasil ainda é "um pobre diabo", como afirmou Oswald de Andrade. É o Brasil, "o país com a cabeça para baixo", de que falava Tom Jobim. Qualquer reconhecimento inteligente é criminoso, e o poeta, culpado. 
"A burrice está na mesa", já dizia Tom Zé, em tempos melhores. Adicione a isso a perseguição política. Eu me tornei "persona non grata" dos jornais desde que ousei protestar contra o glorioso impeachment da presidente Dilma, uma variante civil do golpe de 1964, que, como então, os grandes meios apoiaram, agitando o verdeamarelismo abobado da "lumpenosa" família paulista. 
Mas eu avisei, termine como termine, sobre o que está acontecendo. Nossa democracia desmoralizada, a perspectiva de eleições fraudulentas e o retorno à milicocracia. Inquisidores com super salários politizando a justiça, desmoralizando-se e terminando por descaracterizar o que seria uma luta contra a corrupção, e que está se transformando numa corrida persecutória contra a esquerda brasileira.

Leia a reportagem completa e a entrevista no Pagina12.

Assista também a este vídeo com o poeta, após o prêmio.




Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Um comentário:

  1. Triste e alegre pela notícia, aqui. Ninguém ficou sabendo, sem comentários. Obrigada, Melo.

    ResponderExcluir