terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

São Paulo tem 1º caso de febre amarela urbana no Brasil, após 76 anos sem registro da doença. Tucanos são de morte


Desde 1942 o Brasil não registrava um caso de febre amarela urbana. São Paulo, administrado há décadas pelos tucanos, teve o primeiro caso confirmado ontem, dia 5. Foi em São Bernardo do Campo, cidade também administrada por um tucano, o prefeito Orlando Morando.

A prefeitura informou que o infectado é um homem não vacinado e que não realizou qualquer deslocamento para fora da cidade nos últimos tempos. Portanto, infectou-se no próprio município.

O Hospital da Clínicas confirmou a infecção e a prefeitura informou que há ainda mais dois casos que também podem ser de febre amarela urbana na cidade. [Fonte: Folha]

A notícia está escondidinha na Folha, mas o caso é grave, porque um dos transmissores do vírus da febre amarela é a família Aedes, A. aegypti e A. albopictus, abundantes nas regiões urbanas do Brasil e responsáveis pelos casos de dengue, chikungunha e zika.

 No Brasil sob golpe, de hora em hora tudo piora.

ATUALIZAÇÃO:

O Ministério da Saúde emitiu nota negando a informação de que esteja confirmada a existência de pessoa infectada com febre amarela urbana em São Bernardo do Campo. Leia trecho [grifos meus]:

O Ministério da Saúde informa que não há registro confirmado de febre amarela urbana no país. O caso de febre amarela em São Bernardo do Campo (SP) está sendo investigado por uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, o que inclui o histórico do paciente e captura de mosquitos para identificar a forma de transmissão na região. Deve ser observado que o paciente mora na região urbana, e possivelmente trabalha na área rural. Qualquer afirmação antes da conclusão do trabalho é precipitada. É importante informar que São Bernardo do Campo (SP) é uma das 77 cidades dos três estados do país (São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia) incluídas na campanha de fracionamento da vacina de febre amarela.

Portanto, a informação veraz que se tem é a seguinte: está sendo investigado o caso de febre amarela em São Bernardo do Campo. Só a conclusão dos estudos é que vai dizer se a febre amarela é urbana ou não.

O Blog do Mello não vai fazer como a Folha, que mudou a informação original, trocando a palavra urbana por autóctone, sem explicar aos leitores.

Vou ficar com a informação original, acrescida da nota do Ministério, aguardando a conclusão dos estudos.


Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário