terça-feira, 17 de abril de 2018

É hoje! (será?) Assista ao vivo à sessão do CNJ que pode levar à demissão do juiz Moro. ATUALIZAÇÃO

Imagem TV Plenário do CNJ

Tempo estimado de leitura: 30 segundos

O julgamento, marcado para a semana passada, dia 17, foi adiado para hoje, dia 24.

A partir das 9h a TV Plenário vai transmitir a 270ª Sessão Ordinária em que serão julgados dois processos contra o juiz Sergio Fernando Moro, que podem levar à sua demissão.

As reclamações administrativas estão relacionadas à divulgação (ilegal, segundo decisão do falecido ministro Teori Zavascki) de um grampo telefônico com uma conversa entre o ex-presidente Lula e a na época presidenta Dilma.

Se não for adiado novamente (o caso está para ser julgado há dois anos, enquanto Lula foi julgado e condenado duas vezes em menos tempo que isso), o julgamento acontecerá a partir das 9h. São 114 processos e os contra Moro têm os números 36 e 37.

Assista aqui na TV Plenário: http://www.cnj.jus.br/tv-plenario



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

6 comentários:

  1. Anônimo17.4.18

    Vamos ver se a justiça é igual para todos.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo17.4.18

    Eu não perderia meu tempo com estes coxas acéfalos, só falam "M" e este tipo de gente foi o que ajudou os golpistas a tomarem o poder, tirar direitos trabalhistas, acabar com a nossa economia, e entregar nosso patrimônio aos estrangeiros. o Moro lesa pátria é quem deveria estar pagando por seus crimes!

    ResponderExcluir
  3. QUEREMOS A CONDENAÇÃO POR ABUSO DE PODER....

    ResponderExcluir
  4. Não dá para acreditar no CNJ. Se por último não for mais possível adiar o Julgamento, eles o julgamento e o absolvem. Todos os Órgãos Públicos estão tomados pelo crime organizado.Os tribunais da Justiça Brasileira hoje, são comparáveis aos tribunais do crime organizado. Julgam segundo suas próprias leis, ignorando totalmente a Constituição e a legislação brasileiras.Todos eles batem cabeça no gongá do TIO SAN.

    ResponderExcluir
  5. com a mesma pedra que fere,com a mesma será ferido

    ResponderExcluir