sexta-feira, 27 de abril de 2018

Desemprego vai a 13,1%, bate recorde e prova que Reforma nunca foi para gerar empregos mas, sim, retirar direitos

Tabela de desemprego do IBGE

Tempo estimado de leitura: 1 minuto e 30 segundos

O IBGE divulgou na manhã desta sexta os números do desemprego no Brasil no primeiro trimestre do ano. São 13,7 milhões de pessoas à procura de emprego e voltando pra casa sem ele. [Fonte: IBGE]

O número de trabalhadores com carteira assinada atingiu menor nível da série histórica, iniciada em 2012. [Fonte: Folha]

Agora, olhe o gráfico que ilustra a postagem e compare o desemprenho do Brasil sob Dilma com o sob golpe (destacado em amarelo).

Esta é a prova mais clara de que a tão falada Reforma Trabalhista, que iria, segundo os golpistas e o Mercado, "desentravar" o mercado e incentivar o empresário a contratar era e sempre foi uma farsa. O objetivo era um só: retirar direitos conquistados com muita luta pelos trabalhadores.

Enquanto isso, no andar de cima a quadrilha continua a festa. Apenas hoje, algumas das notícias dão conta de que o golpista Temer lavou dinheiro de corrupção com reformas na casa da filha, da sogra e em imóveis para a bela, recatada e do lar e o filho. Também que o atual governador do Rio, Pezão, levava, só de um esquema, R$ 100 mil por mês, enquanto seu antecessor, Cabral, levava R$ 1 milhão (sendo essa, ao que parece, a única diferença entre eles).

E há ainda Aécio, Alckmin, Serra, Richa, e o Angorá Moreira Franco com as garras na privatização da Eletrobras, outra providência que irá "desentravar" o Brasil, segundo os golpistas, como a Reforma Trabalhista.

Segue o golpe.



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário