sábado, 14 de julho de 2018

Aliança Cármen Lúcia e Rede Globo traz extrema miséria de volta ao Brasil

Cármen Lúcia com um dos Marinho e diretor de O Globo


Nos governo Lula-Dilma, o Brasil saiu do Mapa da Fome da ONU. Com o golpe jurídico-midiático, sacramentado na parceria da presidente do STF Cármen Lúcia com um dos Marinho e o diretor de Redação de O Globo [imagem], o Brasil está voltando para lá. É o que informa economista Francisco Menezes, pesquisador do Ibase (Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas) e da ActionAid Brasil.

Segundo Menezes, nos três últimos anos 10 milhões de brasileiros foram colocados na situação de extrema pobreza. E os números de extrema pobreza e fome são estatisticamente muito próximos. [Leia reportagem da Pública com o economista]

E não é um "efeito colateral indesejável", como dizem as bulas de remédios. Não é obra do acaso. É fruto de ação consciente. Porque, quando se reduzem direitos trabalhistas, programas sociais, verbas para educação, saúde, ciência. Quando se vendem empresas, como a Petrobras, que vem sendo fatiada criminosamente. Quando se interrompem obras, e estaleiros são desativados. Quando se privilegia o mercado financeiro em detrimento da atividade econômica produtiva, a miséria é um projeto de governo e não obra do acaso.

Eles estão no poder, no Brasil sob golpe: Rede Globo e suas coirmãs. "Com o Supremo, com tudo". Com a ministra Cármen não colocando em julgamento as duas ADCs que acabariam com a prisão em segunda instância e devolveria Lula à liberdade e às urnas, onde pode trazer, através do voto popular, o Brasil de volta aos brasileiros. O que nos foi retirado pelo golpe, que Cármen Lúcia e Rede Globo tão sinistramente representam e simbolizam.


Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário