sábado, 11 de agosto de 2018

Desembargador responsável pela Lava Jato admite a amigos que agiu contra a lei para manter Lula preso

Desembargador João Pedro Gebran Neto

Está na coluna Radar da Veja deste final de semana:

O desembargador Gebran Neto admitiu a amigos que ignorou a letra fria da lei ao dar decisão contrária à soltura de Lula, desconsiderando a competência do juiz de plantão. Gebran alegou que era a única saída para evitar um erro ainda mais danoso: libertar o petista. [Veja]

Desembargador João Pedro Gebran Neto é o responsável pela Operação Lava Jato. Por aí, é possível perceber a parcialidade de todo o comando do TRF-4, que condenou Lula em segunda instância.

O que será mais preciso para que se anule todo esse processo manipulado e sujo contra Lula, apenas para impedi-lo de disputar as eleições?


Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Um comentário:

  1. Aqui, mais um Processo que DESAPARECERÁ de qualquer possível e Provável Pauta que, um dia, Poderia vir a ser levada a Julgamento, depois do Devido Esclarecimento...
    O CNJ havia intimado, O Jui$$$$, o D3S3MB4RG4D0R, o Desembargador Rogério Favreto, para explicarem suas ações com relação ao "HC LULA"... (o plano era o CNJ repreender Favreto... mas, agora, ficou extremamente claro que Rogério Favreto ERA o ÚNICO CORRETO em todo aquele Episódio do Imbróglio (CRIME) de DESACATO A UMA ORDEM JUDICIAL!!!

    ResponderExcluir