quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Lançamento de 'A lei da metamorfose: de Ovídio a Kafka', de Gustavo Bernardo, é nesta sexta, dia 7

Lançamento de livro de Gustavo Bernardo

Nesta sexta tem um programa imperdível para quem gosta de literatura e do embricamento ficção e realidade.

É lançamento do livro "A lei da metamorfose: de Ovídio a Kafka", de Gustavo Bernardo, na Livraria Argumento.

Gustavo, além de um amigo queridíssimo de há décadas, é um escritor generoso, em mais de uma acepção da palavra, e superpremiado. Um dos poucos, senão o único, autor finalista do Jabuti em três categorias diferentes. Vencedor do Prêmio Literário Biblioteca Nacional com o ensaio "A ficção de Deus" (livro que alguém me roubou, e poderia aproveitar a oportunidade para devolvê-lo, não?).

Sobre o livro a ser lançado amanhã, escreveu Luciana Hidalgo:
"Como sempre, o autor parte da literatura para uma profunda investigação filosófica. Ou vice-versa. Vai ao Evangelho de João para lembrar que Deus é a palavra. Investiga as metamorfoses do corpo em religiões de matriz africana e amplia seu tema nas mitologias greco-romana, hebraico-cristã e nórdica. Recorre ainda a contos de fadas dos irmãos Grimm, à literatura fantástica moderna e às histórias em quadrinhos. Analisa as metamorfoses fundadoras de Ovídio e Franz Kafka, passando pela célebre frase de Arthur Rimbaud: “Eu é um outro”. Nessa bela e instigante aventura por grandes clássicos, Gustavo Bernardo nos ensina muito sobre a condição humana e mostra que, para além da transformação de Gregor Samsa num inseto grotesco, as metamorfoses se dão por fé, submissão, tortura, medo ou talvez como forma desesperada de aproximação do sagrado, numa busca que une terror e encantamento.”
Gustavo também faz uma apresentação do livro:
DE QUE FALO?

Da transformação do Nada em Verbo? Ou do Verbo em Metáfora? Da religião em ficção? Ou da ficção em realidade? Das metamorfoses de Ovídio, ou da metamorfose de Kafka? De metamorfoses bruscas, ou de metamorfoses suaves e imperceptíveis? Da metamorfose ambulante de Raul Seixas, ou daquela velha opinião formada sobre tudo? Dos dragões em deuses? Do bem no mal? Da ânsia em palavra? Do pó em criatura? Do homem em lobo? Do lobo em fera? Da bela em agonia? Dos deuses em dragões? Do mal no bem? Da literatura, enfim, naquele gigantesco inseto que não foi devidamente limpo para o sacrifício?
De tudo isso e mais um pouco, no decorrer dos próximos capítulos. Que se dispõem a emergir do Grande Abismo nos Primórdios do Universo, o Ginnungagap da mitologia nórdica.
Como se vê, é um evento à prova de bolsomínions...

Nos encontramos lá na Argumento, na rua Dias Ferreira, 417, no Leblon, nesta sexta, dia 7 de dezembro, a partir das 19h.


O Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda. Se o blog é relevante para você, considere apoiá-lo com uma assinatura. Apenas R$10

Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário