quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Previdência de Bolsonaro é cruel com os mais fracos: idosos e pessoas com deficiência de baixa renda

idosa bpc

Covardia. O projeto de reforma da previdência do presidente Jair Bolsonaro, além de seus inúmeros defeitos, é cruel com quem mais precisa, os idosos e as pessoas com deficiência de baixa renda.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é concedido a pessoa com mais de 65 anos ou com deficiência física, que viva com até um quarto do salário mínimo, é atualmente de um salário mínimo.

Com a reforma da Previdência de Bolsonaro, eles só passarão a receber o salário mínimo aos 70 anos. Até lá, menos de meio salário, R$ 400.

Sabendo-se dos salários e mordomias dos deputados e senadores, juízes, promotores, ter a coragem de oferecer R$ 13,34 por dia aos que se beneficiariam do BPC é cruel.

Ainda mais sem termos ainda explicação sobre a movimentação financeira de Queiroz e família, de Flávio Bolsonaro e do desvio bilionário em fraudes de que é acusado o ministro Paulo Guedes.


O Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda. Se o blog é relevante para você, considere apoiá-lo com uma assinatura. Ou faça uma doação

Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento



Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado