sábado, 20 de julho de 2019

Origem de Bolsonaro, Moro e outros imbecis no poder, por Nilson Lage

Bolsonaro Moro tv velha

A responsabilidade do título é minha. O professor Nilson Lage fez uma postagem no Facebook originalmente sem título, que reproduzo a seguir, sem desnecessárias explicações, porque é autoexplicativo.
De onde vêm Bolsonaro, Moro, esses juízes do tribunal do Sul, os generais tacanhos?
Está na cara, nos sobrenomes e nos preconceitos.

São doentes de vírus da Europa -- fascismo, nazismo, franquismo, salazarismo -- aqui transplantados, e que prosperaram à falta de soros e vacinas. Agarram-se à Opus Dei e à Teologia da Prosperidade; ao império doente, de cujas dores padecem.

Sujeitos brancos, da variedade boçal e impermeável, que sempre olharam, da planície e da beira da praia, com medo e desprezo, nosso povo, nossa cultura; os morros e subúrbios do Rio, as periferias paulistas, o Nordeste; os caboclos, os mulatos, os pobres; o carnaval, o samba, o choro, boi-de-mamão, o são-joão, caprichoso e garantido,

Gente soturna, que cultiva papoulas de ódio, e se embriaga. Passa armada e de carro pelo meio da rua, teme as calçadas e as vielas.

A esses junta-se a malta de marinhos e chatôs, os fernandos e outros mestiços disfarçados com cremes e pó-de-arroz..

Têm a fúria dos hunos, a ambição destrutiva de Pizarro, e Hernán Cortés, tão cruéis e gananciosos quanto eles -- homens que, certamente se envergonhariam se, na velhice, após carreira protegida e honras prestadas, o Estado lhes desse, líquidos, de aposentadoria, cinco mil dólares mensais, livres de impostos.

Senhores da pobreza de espírito.

Fecha o pano.


Siga o Blog do Mello no Twitter: @blogdomello  No Instagram: @blogdomello


Com seu apoio o Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem popups de propaganda




Leia também:
Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também e considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura ou doação.
Não gostou? Comente também. Aponte erros e me ajude a corrigi-los. Só não ofenda, porque os comentários são moderados e não vão ao ar.
Obrigado,
Antonio Mello