quinta-feira, 8 de maio de 2008

Flamengo diante de um poema de Augusto dos Anjos


A equipe do Flamengo sentiu na pele a verdade dos Versos Íntimos (“a mão que afaga é a mesma que apedreja”), do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Afagados e tratados como heróis no domingo, após conquistarem o Campeonato Carioca sobre o Botafogo, os jogadores do Urubu tiveram o ônibus apedrejado ontem, quando saíam do Maracanã, derrotados, humilhados e eliminados da Libertadores pelo América do México.

Embora condene o apedrejamento, compreendo a tristeza da torcida do Flamengo. Como botafoguense, sei que é muito difícil ver nossa equipe ser derrotada por uma outra muito inferior... Sofri essa decepção há pouquíssimo tempo.

Clique aqui para ler as notícias de hoje do Blog do Mello

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. "Como botafoguense, sei que é muito difícil ver nossa equipe ser derrotada por uma outra muito inferior... Sofri essa decepção há pouquíssimo tempo."

    hahahahahahahahah

    Pra não perder a piada.. Achei foi bom... Estava aqui em Recife secando o Sport, e quando pintava a bolinha de gol.. era uma alegria. Viva México..

    ResponderExcluir
  2. Ninguêm te contou a novidade, Mello?
    o Botafogo é o novo Vasco!
    Vice?

    ResponderExcluir
  3. Vinícius Augusto10.5.08

    Acho que... Na verdade, vou usar até um termo forte. Quem estava com problema de gozar, nesse dia gozou com certeza, gozou sem precisar fazer força.

    "Obina, o Iluminado, não paga a conta de luz e tem atuação apagada"

    "Extra! Extra! Extra! Flamengo imita Ronaldo e leva três nas costas".

    "E ninguém cala essse chororô, Chora flanelinha, Chora traficante, e sequestrador... "

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...