terça-feira, 10 de junho de 2008

Yeda Crusius nomeia coronel linha dura para conter ondas de protesto


Depois de desmontar seu secretariado e montar um gabinete de crise para enfrentar a avalanche de lama que cobre seu governo no Rio Grande do Sul, a governadora tucana Yeda Crusius nomeou para o comando da Brigada Militar o coronel Paulo Roberto Mendes, defensor da pena de morte.

O objetivo não anunciado, mas claro para quem conhece o passado do coronel, é tratar os movimentos reivindicatórios da população a pau. Segundo o RS Urgente, essa é a especialidade de Mendes.

Como subcomandante da Brigada Militar, o coronel Mendes notabilizou-se por comandar a repressão a protestos de professores e agricultores sem-terra no Estado. Nos últimos meses, quando houve alguma manifestação de protesto ou ação de movimentos sociais, a governadora acionou o coronel Mendes para a repressão imediata. Nos últimos meses, o coronel comandou ações de repressão violentas da Brigada em uma manifestação de professores no Centro Administrativo do Estado, na ocupação da fazenda da Stora Enso, em Rosário do Sul, na destruição de um acampamento de sem-terra em São Gabriel, entre outras ações. Defensor da pena de morte, o coronel Mendes é autor da frase: “Não tem jeito, tem que ir pro paredão”.

Por conta dessa atitude da governadora, eu me lembrei de um filme que vi há muito tempo, de que não me recordo o nome, em que havia o diálogo de um ativista de esquerda com um comandante de polícia, e este dizia que sempre existiu e sempre existirá polícia, qualquer que seja o governo, e o poderoso que manda prender num dia poderá ser preso no outro.

Não sei por que esse filme me veio à cabeça...

Leia também:

» Barriga do JB, e a melhor cobertura da crise do governo tucano do RS

» Governo tucano de Yeda Crusius no RS acabou

Clique aqui para ler as notícias de hoje do Blog do Mello

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. ATENÇÃO, COMENTARISTA:

    Toda opinião que não seja ofensiva é bem-vinda.
    Se não quiser revelar sua identidade, utilize a opção "Nome/URL". Digite um nome qualquer. Não é necessário preencher o campo URL.
    NÃO UTILIZE A OPÇÃO "ANÔNIMO". Comentários como "Anônimo" não serão mais considerados.
    SE TIVER UM BLOG, OU QUISER INDICAR UM, faça-o após o comentário.
    Um abraço,
    Antônio Mello

    ResponderExcluir
  2. Paulo10.6.08

    Prezado Mello, tenho uma duvida, quem regula a profissao de jornalista,algum conselho? Quais nossos direitos, de consumidores de noticias, de termos noticias o mais isentas possiveis, e nao
    o que essa mafia cartelizada quer que saibamos?

    ResponderExcluir
  3. Sofista11.6.08

    Mello!

    A continuidade do protesto do MST/Via Campesina acontece hoje também.
    Neste momento está havendo um confronto e "balas de borracha" da Brigada Militar -nos manifestantes- em um supermercardo multinacional(Nacional) em Porto Alegre(RS).
    A governadora do Estado nomeou um linha dura/facista, defensor da pena de morte tipo aquele deputado carioca Bolsonaro.
    Quem merece?
    Estou muito preocupada com os enfrentamentos por aqui.
    Continue de olho no meu Estado.
    A coisa aqui?
    Está mais para urubu do quê para colibri.

    ResponderExcluir
  4. juliano11.6.08

    Ministério Público Federal denunciou jornalistas, jornais, rádios e TVs que recebiam dinheiro da QUADRILHA DO DETRAN PARA ESCONDER CORRUPÇÃO E PROTEGER IMAGEM DO GOVERNO TUCANO.Gravações provam "jabaculê" aos "coleguinhas" que "produzem" noticias pró PSDB....

    Leia no original , na página 56 da Denuncia do MPF http://www.jfrs.gov.br/upload/secos/denuncia%20rodin.pdf

    ResponderExcluir
  5. Mariano Salinas14.6.08

    Vejam só. Se o nosso amigo "Capitão Nascimento" gaúcho é a favor da pena de morte, é lógico que ele também é chegado numas cacetadas nos manifestantes, o que para ele não deve ser nada de mais. O mesmo ele deve pensar sobre a tortura. Por isso até que não acho "Tropa de Elite" um bom filme. Pegam a corrupção da PM-RJ e elevam à milésima potência (não quero dizer que não existe) para enaltacer um grupo de operações especiais, o BOPE, que apesar de não ter a corrupção como marca registrada a corrupção, se comporta como um grupo de tortura e extermínio. Chega nas comunidades, tortura, mata e depois vai embora como se tudo estivesse resolvido. E o pior é o grande número de pessoas a considerar que isso é um bom filme.

    Onde eu quero chegar é no seguinte: o que deveria ser tropa de elite se transforma em "Tropa DA Elite". Tudo relativo à segurança pública é mantido como está e os beneficiados são os que financiam a violência ou, como no caso atual do Rio Grande do Sul, quem se ferra é o manifestante que pode sofrer com comportamento arbitrário, truculento e desnecessário da PM-RS graças a um "seguidor do Bolsonaro".

    Ótimo post!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.