Posts recentes

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Discriminação social e racial no jornalismo da Globo


Repare nos dois vídeos aqui em cima. O primeiro mostra uma reportagem do Jornal Hoje. O segundo, uma do RJTV, o jornal local do Rio de Janeiro. Uma foi feita no morro e a outra no asfalto.

A reportagem do Hoje é sobre a prisão de jovens de classe média alta, integrantes de uma quadrilha internacional de tráfico de drogas e armas. Não é possível identificar nenhum dos presos, porque um efeito na edição desfoca a imagem e protege seus rostos.

A reportagem do RJTV trata de operações da polícia do Rio em dois morros. Os presos são expostos à câmera e têm seus rostos divulgados.

Por que dois pesos e duas medidas? Por que os traficantes de classe média alta têm a identidade preservada e os do morro não?

Outra curiosidade: os jovens de classe média são brancos. Há até uma loura. Os do morro, negros.

Será coincidência?

Parece que não. Em abril do ano passado fiz uma postagem aqui denunciando essa mesma discriminação, dessa vez no principal jornal impresso das Organizações Globo, O Globo.

Em uma espécie de exposição de motivos aos leitores, O Globo publicou um texto em que dizia que o jornal não publicara foto alguma do casal Nardoni (acusado de assassinar a filha), porque sem acusação formal e sem laudos técnicos que dessem base para qualquer decisão, seria precipitado expor publicamente pessoas que, se posteriormente inocentadas, já poderiam ter sido ‘julgadas’ pela imprensa e pela opinião pública”.

Na ocasião, escrevi aqui:

Lindo, comovente, não? Agiram assim com um casal de brancos, de classe média, média-alta, de um bairro de classe idem de São Paulo.

Mas, por que então publicaram na página 26 da edição de 16 de abril, quarta-feira, a foto a seguir (clique nela para ampliá-la), mostrando pobres, todos eles negros, moradores do Complexo do Alemão, favelados, amarrados como réstias de cebola ou alho, humilhados e ameaçados com fuzis para que posassem para a foto?

Aguardo os fatos para a foto.

Reprodução de foto de O Globo com presos detidos

Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail

imagem RSSimagem e-mail

20 comentários:

  1. Alisson12.2.09

    eu tinha reparado isso no momento da reportagem que prenderam os bacanas que traficam extase e até comentei com minha esposa, realmente é um absurdo eu fiquei indignado.

    ResponderExcluir
  2. Luiz Albuquerque (Florianópolis)12.2.09

    Caro Mello, também percebi logo essa safadeza da Globo. Pergunto: não haveria um meio legal de punir essa discriminação??? Isso não se configura racismo??? Mas o dia dessa corja do PIG está chegando... vale a pena aguardar para ver...
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Querido, como viste disparei a notícia pra tudo que é canto, incluindo meus dois blogs.

    Mello, é sério, precisamos urgentemente viabilizar uma alternativa poderosa pra este péssimo jornalismo, repare no texto da Sandra Annenberg, os presos são 'jovens' e eles não tem culpa, pois são 'recrutados' pelos bandidões....

    ResponderExcluir
  4. Luiz Pereira12.2.09

    Mello,

    Posso estar enganado, não sou especialista no assunto. É claro que existe o preconceito e o racismo não só no jornalismo, mas em toda atividade controlada pelas classes mais altas. Neste caso, porém, desconfio que os rostos dos abastados foram escondidos (assim como os nomes) porque o processo corre em segredo de justiça. Não sei se as emissoras respeitam esse tipo de coisa, ou se a justiça obriga, não sou especialista, como disse antes. Só fico preocupado em sempre ver todos os ângulos da questão, para que não cometamos os mesmos desatinos da mídia corporativa. Assim nossas denúncias sempre terão mais força e legitimidade do que as manipulações e covardias cometidas pela mídia irresponsável e canalha.

    Grande abraço,
    Luiz Pereira

    ResponderExcluir
  5. "Não entendi porque cobriram o rosto deles, só podem ser ricos", comentei com a minha namorada quando assistimos à matéria no Jornal Nacional.

    São os donos da objetividade, da isenção e imparcialidade. Parece que ainda vamos penar muito para que esse tipo de jornalismo pague pelas suas irresponsabilidades. Falou em regulamentação, a mídia gorda diz logo que é censura. Eles não querem liberdade de imprensa, querem LIBERTINAGEM de imprensa.

    Parabéns pelo blog, Mello!

    ResponderExcluir
  6. "Por que dois pesos e duas medidas?": porque puta muda de preco de acordo com a cara do cliente.

    ResponderExcluir
  7. MELLO: POR QUE VOCES DÃO IBOPE PRA GLOBO?????????? Sim, cada vez que voces assistem este lixo do JORNAL NACIONAL, voces dão IBOPE PRA ELES...Então, a ética, o profissionalismo, a vergonha na cara é o que menos importa pra eles!

    Eu já boicotei todos estes lixos, só vejo reportagem pelos sites. Tenho o globo.com porque minha mãe é assinante devido ao SPEEDY...era o mais barato!

    Sinceramente, pra que as coisas mudem, TEM QUE PARAR DE ASSISTIR JORNAL NACIONAL, COMPRAR FOLHA, ESTADÃO E TODOS ESTES LIXOS MIDIÁTICOS!

    Aliás, leu um, leu todos...

    Abraços!

    Odete Soares

    ResponderExcluir
  8. Análise perfeita essa sobre as diferenças nas notícias. É sempre assim e vai continuar sendo se a sociedade sempre der isso como normal. Cada dia mais percebo q nossa sociedade é extremamente racista. Fui para Caraguatatuba no final de semana e sempre se ouve q tal praia ou lugar da praia é ruim pq tem muito "povão" ou muito "preto". Bairros ruins desses lugares são os que moram sempre o tal "povão" ou os "baianos". Eu não sei como aqui no Brasil esse caldeirão social q nós vivemos nunca explodiu.

    ResponderExcluir
  9. Patrícia12.2.09

    "Não somos racistas".Quem foi mesmo que escreveu isto?

    ResponderExcluir
  10. Inicio aqui uma campanha, e espero contar com os companheiros da mídia alternativa nessa empreitada. Edmar Moreira para vice na chapa de José Serra à presidência da República em 2010.
    Afinal onde os demos poderão encontrar outro nome mais apropriado? Qual político demo está em condição moral melhor que a de Edmar?

    www.dissolvendo-no-ar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. galiluchi12.2.09

    Talvez o Luiz Pereira tenha razão. Suponhamos que seja isso mesmo, "porque o processo corre em segredo de justiça". Então, não seria o caso de avisar aos telespectadores? Ou seja, mesmo se estiverem certos - hipótese do segredo de justiça - estão errados por não ter destacado isso.
    Parabéns, Mello.

    ResponderExcluir
  12. Monica12.2.09

    Mello é porque branco riquinho tem advogados para preservar a imagem deles. Já os não riquinhos nem justiça tem o que dirá um advogado para defender o interesse dos pobres coitados?

    Infelizmente essa é a realidade e não só aqui no Brasil, mas NO MUNDO TODO. Quem tem dinheiro a justiça é rápida e eficiente. Quem não tem já é condenado até mesmo antes de nascer.

    Um abraço.
    Monica - SP

    ResponderExcluir
  13. É difícil fazer tal comentário sem que pensem que não acredito no racismo. Entretando, penso que o buraco é mais embaixo, pois os "bacanas do ecstasy" (aliás, uma nomenclatura que considero adequada)já deviam estar com seus advogados no momento da prisão ou, talvez, algum pai zeloso tenha algum sobrenome altamente influente ou algum "cala-boca" eficiente.

    Abraços,

    Leonardo Carniato Rodrigues

    ResponderExcluir
  14. Companheiro Melo quero parabeniza-lo pelo excelente Blog. Ja o acompanho desde os primeiros design deste blog. Suas analise politicas das eleiçoes de 2006 para ca. Segui o seu conselho e agora estou fazendo midia. Abraços.

    Veja o meu blog abaixo. Aceito sugestoes e dos companheiros da blogosfera.
    http://olhosdosertao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Não assisto a Globo, tenho raiva e nem converso com as pessoas que assistem. Sou minoria. Prefiro assim
    Quando começam a falar de novela ou de BBB no meu trabalho, já vou saindo de fininho.. O mais incrivel que o RH da minha empresa, faz todo dia corrente de email com colocações sobre a novela ou BBB. Êita vida de gado, povo marcado, povo feliz.
    Em qualquer boteco que vc senta para tomar um chope está lá a televisão sintonizada nessa "lavagem cerebral". É o dilema da Tostines: "É a mais sintonizada porque todo mundo assiste ou todo mundo assiste porque é a mais sintonizada?"
    Se fosse dono de um bar nunca sintonizaria, nem que o cliente pedi-se. Cliente inculto, manipulado e alienado que procure outro lugar...
    Este País somente começará a mudar quando essa "máquina de fazer bobos" (Rede Globo) começar a ruir. Pode parecer utopia, mais um dia irá acontecer. Não há mal que dure cem anos...

    ResponderExcluir
  16. Pô Tony, que empresa é essa cujo RH faz bolão do BBB? É para eu nunca mandar o currículo.....
    Quanto, aos vídeos, é assim que funciona este país de elites que reclamam das cotas nas universidades...

    ResponderExcluir
  17. andré oliveira14.2.09

    cara, o racismo no brasil é tão mascardo como as caras dos jovens de classe média , no vídeo. Isso me enoja.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo17.2.09

    mello isso nao e so no jornalismo da globo que faz o da record faz isso tambem. se você e carioca ja deve ter visto o balanço geral quando e bandido favelado e escrachado e filho do capiroto merece a morte, quando e da zona sul riquinho nao tem as mesmas atitudes

    ResponderExcluir
  19. Miguel Accacio20.2.09

    A nota é oportuna. Já há tempos venho observando isso. Alguns são "jovens estudantes", ou "jovem de classe média alta" ou ainda "rapaz"; outros são pivetes ou bandidos.
    Na verdade, a Globo adota esse procedimento como norma.
    E pode crer: tanto o blogueiro quanto eu já fazemos parte de uma lista negra que a Globo deve manter ( no estilo FBI) de todos aqueles que um dia ousaram malha-la.

    ResponderExcluir
  20. BETO LIMA20.2.09

    LI TODOS OS COMENTÁRIOS ACIMA. REALMENTE O JORNAL NACIONAL DA REDE GLOBO É CAMPEÃO DE AUDIÊNCIA.

    ResponderExcluir

Comentário que não tenha a ver com a postagem não será publicado