terça-feira, 15 de janeiro de 2008

César Maia avisa: Se depender dele, Rio deve se preocupar com febre amarela


Em seu ex-blog de ontem, o ex-prefeito do Rio, ainda no exercício do cargo, César Maia, o Vaia, afirmou o seguinte (o grifo, ao final, é meu):

1. No sábado à noite, no horário dos telejornais, o ministro da saúde se escondeu atrás de um comercial que rodava apenas o texto, sem a presença de nenhuma autoridade, menos dele. A reação foi geral. Domingo pela manhã -o ministro tão midiático com maconha e aborto- recebeu ordem do Palácio, para meter a cara e informar a população sobre a Febre Amarela. À noite, foi a TV para minimizar os riscos do fato. Só não disse que os casos de Febre Amarela Silvestre passam para a área urbana pelos mesmos elementos de origem.

2. Por exemplo. Um caso contraído em Anápolis que chegou ao Rio exigiu vacina em seus familiares, nos vizinhos e no entorno. Por quê? Claro, pelos riscos de contaminação. O mapa distribuído pelos técnicos do MS mostra áreas de risco e de transição que indiferenciam, pelas razões acima, áreas silvestres de urbanas. O problema não é da origem da febre amarela, mas como se transmite.

Pois é, na transmissão é que a porca torce o rabo. É aí que César entra. Como se transmite a febre amarela? Pelo mesmo vetor da dengue, o Aedes Aegypti. Como cabe à prefeitura o combate ao mosquito, é como se César avisasse à população:

- Se depender de mim, tem dengue e tem febre amarela no Rio.

Não só porque o Rio é, ano após ano, um dos líderes nos casos de dengue, mas porque interessa aos demos – e, por extensão, à sua propagadora, a “grande imprensa” – que haja uma epidemiazinha de febre amarela.

Abre o olho, ministro Temporão.

Leia também:

» César Maia confessa: o objetivo da oposição é derrubar o governo Lula

» Por que demos e tucanos estão nervosos

» FHC, demos e tucanos derrubaram a CPMF obrigando o governo a cortar custos e aumentar impostos

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Esta totalmente errado.
    O mosquito que infecta a febre amarela JAMAIS foi o Aedes Aegypti.
    Até porque este mosquito é do EGITO como o próprio nome diz.
    E a febre amarela é endemia da amazônia.
    O Brasil esta lotado de pessoas ignorantes que repetem o que houvem sem procurar entender ou estudar. Acham que tudo sabem e que não necessitam saber mais.
    O mosquito transmissor da febre amarela é o Haemagogus. Somente encontrado nos dias de hoje nas matas.
    Santa ignorância

    ResponderExcluir
  2. Justo,
    pra que tanta agressividade, rapaz?
    Não é assim que se chega à casa dos outros.
    Pra início de conversa, quem está totalmente errado no caso do mosquito é você. O aedes aegypti transmite, sim, a febre amarela.
    Informe-se aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Aedes_aegypti
    Já quando você afirma que "O Brasil está lotado de pessoas ignorantes que repetem o que ouvem (e não houvem, como você escreveu) sem procurar entender ou estudar...
    Concordo. É justo.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo15.1.08

    Prezado Mello,

    Vale a pena conferir a entrevista concedida ao Jornal Tribuna do Planalto (www.tribunadoplanalto.com.br) pelo médico infectologista e professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) Joaquim Caetano de Almeida Neto. Ele era diretor-geral do Hospital Osvaldo Cruz, o atual Hospital de Doenças Tropicais (HDT).

    Entre 1972 e 1973, Goiás sofreu aquela que é considerada a maior epidemia de febre amarela silvestre do Estado até hoje.

    Segundo dados do Ministério da Saúde, a doença atingiu 36 municípios, com 71 casos registrados e 44 óbitos. Joaquim Caetano rememora os procedimentos adotas para conter o avanço da doença.

    Mas a principal informação do Dr. Joaquim Caetano é que o mosquito aedes NÃO PODE TRANSMITIR A FEBRE AMARELA:

    Tribuna do Planalto - O sr. vê o risco do surto atual tomar proporções maiores?
    Joaquim Caetano - Acredito que não. Naquela época, a cobertura vacinal não chegava a 20% no Estado. Hoje, ela está, seguramente, acima dos 80%. Estou falando de cobertura não dos indivíduos vacinados agora, mas os que já foram vacinados. Mesmo porque o Aedes aegypti, que é o transmissor da febre amarela na sua versão urbana, não suga o macaco. A possibilidade desse mosquito se contaminar é remota, já que ele teria de picar um indivíduo contaminado até o quarto dia de desenvolvimento da doença.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo,
    o que ele diz é que é remota a possibilidade de transmissão, mas não que o mosquito não transmite a doença. Transmite, sim. E o Rio está cheio dele.

    ResponderExcluir
  5. Mello; Desculpe;
    A santa ignorância não era para você.
    Estou falando dos jornais e revistas que estão repetindo o que ouvem e o que querem. É responsabilidade da prefeitura e do estado o combate a Dengue sim. O Aedes PODERÁ vir a ser vetor da Febre Amarela, SE ele processar o virus. Remota possibilidade. Tanto que não se esta pensando em vacinar a população urbana.
    Peço desculpas mais uma vez pela intempestiva entrada e pelas palavras ERRADAS que usei.
    Abraços..E continue o teu excelente trabalho, que por vezes é interrompido por um afoito como eu..
    Ate mais.

    ResponderExcluir
  6. Justo,
    volte sempre.
    Um abraço,
    AM

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENFRENTANDO O GOLPE 

A mídia corporativa e o governo golpista querem sufocar os blogs e sites de oposição ao golpe. Precisamos do seu apoio, da sua assinatura, e também do seu engajamento, nos ajudando a divulgar nossos blogs e sites de oposição ao golpe nas redes, republicando nossas postagens, distribuindo conteúdo para amplificar o alcance de nossas críticas.

Assinar é muito fácil, é só clicar numa das imagens, Doar ou Assinar. Todos os cartões de crédito são aceitos



Se preferir, você pode fazer sua doação diretamente na conta do Blog:

Banco Bradesco
Pipa Produções Artísticas Ltda
CNPJ: 10585813/0001-44
Agência 0213
Conta 8035-7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
O Blog do Mello, enquanto não consegue se sustentar apenas com assinantes, precisa de anunciantes, e você utiliza um bloqueador de anúncios.
Por favor, desative o bloqueador para o Blog do Mello. Obrigado.