quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Temporão diz que Cantanhêde foi irresponsável


Em entrevista ao Azenha, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou que foi “de uma irresponsabilidade brutal” a atitude da jornalista da Folha Eliane Cantanhêde, que em tom alarmista mandou as pessoas correrem aos postos de vacinação para se vacinarem desnecessariamente contra a febre amarela.

Sem citar o nome da jornalista, mas dando todas as pistas para identificá-la, disse o ministro num trecho da entrevista:

Um tom alarmista como [o de] uma jornalista, se não me engano da Folha, que escreveu (...) "na dúvida vamos todos tomar a vacina"... Isso é de uma irresponsabilidade brutal. A pessoa fazer isso sem sentar com um especialista, sem ouvir o ministério detalhadamente, beira a irresponsabilidade. Infelizmente foi isso o que aconteceu.

Por conta dessa irresponsabilidade, uma pessoa já morreu e dezenas de outras procuraram atendimento médico.

E até hoje não se ouviu da jornalista nem um tímido "foi mal"...

Leia também:

» ‘Grande imprensa’ seqüestra e mata

» Febre amarela da mídia é pior do que o mosquito

» O Alerta Amarelo de Eliane Cantanhêde

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Nao houve nenhuma "irresponsabilidade", ao contrario, foi tudo muito bem calculado. Se estivessemos num pas serio, o minimo a tal "jornalista" seria idiciada por homicidio doloso qualificado em serie.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...