quarta-feira, 5 de março de 2008

Colômbia mentiu quando afirmou que guerrilheiros foram mortos em combate



Segundo o governo Uribe a invasão do território equatoriano só aconteceu porque houve um combate entre as forças armadas colombianas e os guerrilheiros das FARC, desde a fronteira entre os dois países. Teria sido, portanto, uma ação de combate. O que a foto acima desmente.

Os guerrilheiros dormiam, quando foram atacados. As forças colombianas utilizaram-se de modernos equipamentos cedidos pelos americanos, com sensores sensíveis ao calor dos corpos, para determinar a exata posição do grupo, que dormia. Às três da madrugada aconteceu o ataque, com o uso de aviões e helicópteros.

Segundo forças equatorianas, o corpo do guerrilheiro Raúl Reyes, o número dois das FARC e responsável pelas negociações que estavam trazendo a libertação de vários prisioneiros, foi provavelmente içado por rapel.

Leia também:

» O conflito Colômbia-Equador-Venezuela e a versão da mídia

» Ex-agente da CIA confirma que EUA podem assassinar Chávez

» Pablo Escobar sobre Uribe: 'Se não fosse por esse rapaz bendito, ainda estaria trazendo pasta de cocaína em porta-malas de carros'

» Vídeo do golpe contra Chávez. Na íntegra, 'A Revolução não será televisionada'

Para votar no Blog do Mello no Ibest clique aqui

imagem RSSimagem e-mail

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. HOLLYWOOD é aqui? A intervenção ilegal, covarde e perversa do governo colombiano (será???) em território equatoriano é no mínimo lamentável. As primeiras imagens demonstram que tudo foi uma operação com características cinematográficas, como nos enlatados de Hollywood, quando meia dúzia de boinas verdes (Rambos da morte) destrói centenas de inimigos dos interesses estadunidenses. É a COLUMBIA PICTURES agindo em pleno XXI CENTURY FOX no outrora submisso quintal. Álvaro Uribe, como todos sabem, inclusive o serviço secreto norte americano, desfrutou, e não duvido que ainda desfrute, muito mais do comércio da cocaína com o mundo do que as FARC, supostamente, o fazem (LEIA) http://blogdomello.blogspot.com/2008/01/chvez-ou-uribe-quem-colabora-com-os.html. Está claro que foi um gesto ousado e desesperado que terá conseqüências no panorama geopolítico da América Latina. Os tempos são outros. Quando Che Guevara foi covardemente assassinado nas selvas bolivianas, depois de capturado e fisicamente debilitado, o cenário era outro. Hoje a popularidade das intervenções armadas dos EUA está despencando em queda livre perante a opinião pública mundial (exceto Israel), assim como a sua economia consumista e predatória da sustentabilidade do planeta. Em caso de um indesejável confronto armado entre o governo Colombiano (não do seu povo sofrido e explorado) com seus vizinhos, esperamos que os EUA não toquem nesta ferida por eles criada. A solidariedade gerada pelo atual nível de consciência dos povos da América Latina será a sentença de morte para os interesses ianques em nosso continente. Qualquer intervenção da “inteligência” estadunidense, mais explícita do que já acontece, em favor do governo títere de Uribe desencadeará uma reação dominó espontânea e, o que será pior para eles, descontrolada contra os símbolos norte americanos instalados em nosso continente. Que eles não paguem pra ver.

    TAMBÉM VALE A PENA LER: http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/

    SAUDAÇÕES BOLIVARIANAS!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...